quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Catanduva: Falta de patrocínio

A equipe de basquete feminino do Catanduva Basquete Clube enfrenta sua pior crise fora das quadras desde 2005. Com dificuldades para encontrar ao menos dois patrocinadores, a direção do clube catanduvense não paga o salário das jogadoras desde janeiro.

Com isso, algumas chegaram a cogitar a possibilidade de não entrarem em quadra nos jogos da Liga de Basquete Feminino (LBF) enquanto os salários não fossem pagos. A informação é do próprio técnico da equipe, Édson Ferreto. “Não há problema com a verba proveniente da Prefeitura. O que ocorre é a falta de patrocinadores que tem prejudicado esses pagamentos”, disse o treinador.

O presidente do clube, Luiz Roberto Daoglio, o Itajobi, confirmou o atraso. No entanto, segundo ele, os salários estão atrasados desde o último dia 15. Uma reunião hoje com um patrocinador deve resolver a situação das atletas.

“O dinheiro da Prefeitura é o menor dos problemas. A atual diretoria não está conseguindo honrar o compromisso com as jogadoras. Estamos fazendo de tudo para conseguir segurar as jogadoras e fazer com que elas mantenham o mesmo ímpeto na fase decisiva que estamos da competição”, destaca o treinador.

Além de perder o apoio de patrocínio da Federação das Unimeds, o time também não teve a prorrogação do patrocínio com o Açúcar Cometa acertado. A empresa, que é mantida agora pela Noble Group, preferiu não manter o seu vínculo. “Precisamos de alguém que possa ir atrás de patrocinadores e que colabore com o basquete de Catanduva. Sem esse aporte financeiro, ficará difícil continuar”, destacou o treinador.

Contenção

A liberação da verba da Prefeitura deve ocorrer nos próximos dias. O Executivo encaminhou uma subvenção no valor de R$ 40 mil, abaixo dos repasses que eram feitos nos anos anteriores.

A diminuição desse valor foi explicada por conta da extinção da CIP. “A contenção de despesas segue os cortes definidos pela Prefeitura de Catanduva em função da possível perda de arrecadação devido ao fim da CIP, mantida ainda por liminar. Aprovada pela Câmara Municipal na administração do PT, a CIP foi retirada pela

própria Câmara no último ano deste governo, com várias obras em andamento e após aprovação do orçamento de 2012. "Ou seja, aprovaram receita e despesa. Na semana seguinte, retiraram receita. Ou não sabem o que fizeram, ou agiram com muita maldade", avaliou o prefeito Afonso

Macchione Neto, através de nota. O valor de R$ 40 mil é o equivalente à prorrogação de quatro meses do contrato anterior.

Fonte: O Regional

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Americana, Santo André e Basquete Clube vencem no fechamento da nona semana da LBF

O Americana segue muito bem na fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012. Nesta segunda-feira (27 de fevereiro), o time comandado pelo técnico Luiz Zanon passou pelo Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD, mesmo atuando no ginásio Nelson José Bussarelo (Vasto Verde), na cidade de Blumenau (SC), por 68 a 58 (35 a 23 no primeiro tempo), no encerramento da nona semana, mantendo sua invencibilidade na competição, agora com 14 resultados favoráveis.

Os nomes mais importantes da partida foram a cubana Yuli (17 pontos, 10 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência – double-double) e Ângela (15 pontos, 06 rebotes, 06 bolas recuperadas e 02 assistências), pelo time catarinense; Karla (22 pontos, 06 rebotes, 05 bolas recuperadas e 03 assistências) e Karen (10 pontos e 01 bola recuperada), em favor da agremiação do Interior paulista.

“Mais uma vitória importante, fora de casa, em que pudemos realizar um rodízio grande entre as jogadoras e o ritmo foi mantido. Temos que manter o mesmo foco no fechamento desta primeira fase para entrar com força total no playoff”, comenta o técnico Luiz Zanon, do Americana.

O Santo André/Semasa conseguiu a reabilitação ao superar o São José/Shopping Colinas, em partida disputada no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP), por 83 a 78 (41 a 29 no primeiro tempo). Os destaques do encontro foram à cubana Ariadna (31 pontos, 04 rebotes, 02 bolas recuperadas e 01 assistência), Nádia Colhado (15 pontos, 05 rebotes, 04 bloqueios e 03 bolas recuperadas) e Kátia (15 pontos, 03 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência), pelo representante do Grande ABC; Alessandra Oliveira (18 pontos, 10 rebotes e 01 bola recuperada – double-double), Tatiane (16 pontos e 01 bloqueio) e Izabela (14 pontos, 04 rebotes, 02 bolas recuperadas e 02 assistências), em favor do representante do Vale do Paraíba.

O Basquete Clube passou pelo Maranhão Basquete, 82 a 70 (42 a 46 no primeiro tempo), em duelo realizado no ginásio Municipal Álvaro Rocha Giordano, o Vavá, na cidade de Araçatuba (SP). Os principais nomes da partida foram Fernanda Bibiano (28 pontos, 14 rebotes, 01 bloqueio, 01 bola recuperada e 05 assistências – double-double), Gilmara (21 pontos, 03 rebotes, 02 bolas recuperadas e 02 assistências) e Cleia Crepaldi (20 pontos, 02 rebotes, 01 bola recuperada e 02 assistências), pelo time da casa; Iziane Castro (27 pontos, 04 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência), Renata Oliveira (11 pontos, 03 rebotes e 02 bolas recuperadas) e Dominick (11 pontos, 10 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência – double-double), em favor do visitante.

“Fico feliz por ter marcado 21 pontos e acertado os lances livres, mas penso que fizemos um bom jogo diante da boa equipe do Maranhão. O resultado é fruto do trabalho, determinação e humildade de nossa equipe”, comenta a pivô Gilmara, do Basquete Clube.

“Essa foi uma vitória importante, nosso objetivo era vencer por uma diferença de 10 pontos e conseguimos. Agora é trabalhar forte, pois, teremos dois jogos difíceis na última semana, contra Americana e São José e, quem sabe, conseguimos arrancar mais duas vitórias”, acrescenta a lateral Cleia Crepaldi, também do representante de Araçatuba.

“Lamento não sair daqui com a vitória, erramos na defesa e elas acertaram muitas bolas de três e não conseguimos reagir”, opina a ala Dominick, do Maranhão Basquete.

Fonte: LBF

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Vídeo: Hortência fala da preparação para Londres e sobre Iziane



Dez anos depois, hora da aposentadoria

100430184

Depois de mais de dez anos fazendo seja lá o que for, é difícil colocar um ponto final.

O PBF nasceu no geocities em 1999, mas em 2001 encontrei no  - então novo -  formato dos blogs o veículo ideal para expressar minha paixão pelo basquete feminino.

Na última década estive sempre por aqui, o que me deu muito prazer, alguns amigos e a oportunidade fantástica de estar em contato com meus ídolos e conhecer os bastidores do esporte.

Nesse período muita coisa mudou na minha vida e no basquete; e tais mudanças reduziram minha identificação com o esporte e progressivamente me fizeram perder o pique.

Apesar de continuar amando o basquete, vendo os jogos, lendo as notícias, meu tempo passou. Vi uma geração de jogadoras se aposentar e fiquei completamente perdido ao ver que a fortíssima intuição da minha ídola Hortência-jogadora não acompanhava a sua versão diretora.

Já não blogo com regularidade há quase três meses – desde que a demissão de Ênio Vecchi se seguiu ao anúncio de Luiz Tarallo.

Nesse período não resisti ao ver a torcida maranhense, mas ignorei a vontade de escrever outros textos, como um sobre a ótima Cris, de São José. Na semana passada, passei com louvor ao resistir à tentação de falar sobre Iziane.

Pelo respeito que tenho por quem me lê e pelos companheiros de blog “Santa Ignorância” e Paulino (com viagens agendadas para São Luís para conferir o Maranhão Basquete em casa e para Londres para acompanhar as Olimpíadas), decidi deixar claro que sim, estou parando.

Por enquanto não tenho planos de fechar o blog e vou deixar simplesmente as coisas acontecerem, já que temo uma recaída olímpica.

O que vejo de interessante na internet e alguns comentários descompromissados continuarão aparecendo no perfil do blog no twitter - @pbf.

Um grande abraço para todo mundo.

Bert

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Americana vence clássico acirrado contra Santo André e mantém 100% de aproveitamento na LBF

O Americana manteve o 100% de aproveitamento na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 ao derrotar o Santo André/Semasa, neste sábado (25 de fevereiro), no tempo extra, por 67 a 66, depois de um empate de 59 pontos no tempo normal (28 a 26 no primeiro tempo), em partida acirrada, válida pela nona semana, disputada no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP). O jogo foi bastante emocionante, devido ao equilíbrio que esteve presente em quase toda a partida.

Os destaques foram Micaela (15 pontos, 02 rebotes e 03 bolas recuperadas), a cubana Ariadna (11 pontos, 11 rebotes, 01 bola recuperada e 05 assistências – double-double) e Êga Garvão (11 pontos, 03 rebotes, 01 bloqueio e 02 assistências), pelo time do Grande ABC: Karla (21 pontos, 06 rebotes, 04 bolas recuperadas e 02 assistências), Carina (11 pontos, 03 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência) e a norte-americana Sandora (11 pontos, 11 rebotes e 01 bloqueio – double-double), em favor do representante do Interior.

“No segundo tempo deste jogo, pudemos ver a nossa equipe como ela verdadeiramente é, já que quando atuamos com união e fazendo àquilo que o técnico Luiz Zanon nos pede, as coisas saem sempre bem e favoráveis. Foi também uma partida de muita superação”, comenta a ala/armadora Karla, do Americana, cestinha da partida.

“Mesmo com a derrota, creio que este foi um jogo muito bom para o nosso time, que demonstrou que está crescendo e vai chegar com força ao playoff, pois enfrentamos o líder do campeonato de igual para igual. Queria esta vitória de presente, mas infelizmente, não deu”, relata a pivô Nádia Colhado, do Santo André/Semasa, aniversariante do dia.

O Ourinhos Basquete manteve a segunda colocação ao derrotar o São Caetano/Drummond, por 72 a 50 (42 a 19 no primeiro tempo), em partida realizada no ginásio Municipal José Maria Paschoalick (Monstrinho), na cidade de Ourinhos (SP). As atletas mais efetivas foram Sil (15 pontos, 07 rebotes, 01 bola recuperada e 02 assistências), Bethânia (12 pontos, 01 bloqueio, 04 bolas recuperadas e 05 assistências) e Patrícia Chuca (12 pontos, 07 rebotes, 01 bloqueio, 04 bolas recuperadas e 03 assistências), pelo time da casa; Mônica (15 pontos, 07 rebotes, 03 bolas recuperadas e 02 assistências) e Júlia (12 pontos, 08 rebotes, 04 bolas recuperadas e 04 assistências), em favor do visitante.

O Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC conseguiu a recuperação ao superar o Maranhão Basquete, por 83 a 70 (39 a 29 no primeiro tempo), atuando no ginásio do Colégio Jesus Adolescente, na cidade de Catanduva (SP). Os principais nomes da partida foram Gil (21 pontos, 07 rebotes, 03 bolas recuperadas e 01 assistência) e Natália Burian (14 pontos, 03 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência), pelo time do Interior paulista; Iziane Castro (29 pontos, 05 rebotes, 01 bola recuperada e 03 assistências) e Renata Oliveira (17 pontos e 04 rebotes), em favor da equipe maranhense.

E, complementando a jornada, o Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD também se reabilitou ao suplantar o São José/Shopping Colinas, por 71 a 66 (33 a 42 no primeiro tempo), em jogo disputado no ginásio Nelson José Bussarelo (Vasto Verde), na cidade de Blumenau (SC), com uma bela recuperação no quarto final. Os destaques do encontro foram Ângela (24 pontos, 04 rebotes, 01 bloqueio, 01 bola recuperada e 02 assistências) e Cíntia Luz (14 pontos, 01 rebote e 01 assistência), pelo time catarinense; Alessandra Oliveira (17 pontos, 12 rebotes, 02 bloqueios, 01 bola recuperada e 01 assistência – double-double) e Patrícia (14 pontos, 04 rebotes, 03 bolas recuperadas e 02 assistências), em favor da agremiação paulista.

“O jogo foi difícil, mas conseguimos nos superar. Foi uma vitória da equipe. O técnico Camargo nos incentiva muito, mesmo com as dificuldades (perda de jogadoras) nós provamos que estamos vivas”, comenta a armadora Ângela, do time catarinense.

“Todo mundo está com o intuito de ganhar, eu tento passar experiência para as outras meninas. É na dificuldade que a gente cresce”, acrescenta a ala Cíntia Luz, também do Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD.

Com estes resultados, a classificação de momento da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 é a seguinte:

Fonte: LBF

Bauru quer disputar Estadual Sub 19

No ano passado o basquete feminino de Bauru viveu dois momentos distintos. Se em julho o time montado às pressas surpreendeu e conquistou o título nos Jogos Regionais, no fim do ano abriu mão de ir aos Jogos Abertos porque as meninas priorizaram os vestibulares. Agora, porém, a história é outra e a cidade pode retornar à disputa estadual na categoria.

Isso porque Dante Rossini, coordenador da modalidade, conversou com o Itabom/Bauru e usará a filiação da equipe para inscrever um time feminino na disputa do Paulista sub-19, previsto para começar entre março e abril.

Ele já acertou com seis meninas de outras cidades e conversa com garotas que jogavam basquete por aqui. Falta apenas um detalhe burocrático: uma casa para transformar em república para as meninas.

“Conseguiremos usar o nome do Bauru Basket para fazer a inscrição no campeonato e a Semel nos ajudará no transporte, mas temos que regularizar a locação onde as meninas ficarão alojadas”, diz Dante. Segundo ele, esse processo demora porque precisa de aprovação do departamento juridico da prefeitura, mas assim que resolver, as atletas chegam e os treinos serão iniciados.

Na verdade, além de contar com a agilidade do departamento jurídico para acertar o aluguel, falta ainda achar uma residência que atenda às necessidades da equipe. O imóvel, por exemplo, precisa ser na região da Vila Santa Luzia, próximo ao ginásio de treinamento.

“O próprio Dante ficou de procurar uma casa no Santa Luzia, mas deve estar muito difícil para achar esse imóvel, pois ele ainda não nos apresentou nada até agora”, revela o secretário de esportes José Carlos Batata.

A ideia é simples: montar uma equipe sub-19 para criar uma base na cidade e reforçar com duas ou três jogadoras mais experientes para os Jogos Regionais e os Jogos Abertos – este último evento ocorrerá em Bauru, em novembro. Para ganhar ritmo de jogo, disputarão o estadual juvenil com o nome do Bauru Basket. A última vez que um time da cidade esteve num estadual feminino foi em 2006, com a equipe da FIB, que também era comandada por Dante.

“O importante, agora, é que temos um time. Tivemos dificuldades para trazer meninas mais experientes por falta de patrocínio, mas o importante é por para jogar”, fala Dante. O tempo sem ter a modalidade em Bauru, segundo ele, atrapalha na busca por patrocinadores. “Temos que criar identidade com a cidade novamente”, conclui.

Fonte: Diário de São Paulo

WNBA não quer Iziane na Olimpíada

DANIEL BRITO
DE SÃO PAULO

A ala Iziane, 29, sofre pressão das equipes da WNBA para abrir mão de jogar a Olimpíada de Londres-2012. É o que diz seu empresário.

A atleta, que defende o Maranhão Basquete na LBF (Nacional feminino), tem proposta de três equipes da liga profissional dos EUA deste ano.

E negocia um contrato de três anos com o Seattle Storm para receber o teto salarial da WNBA: US$ 101 mil (aproximadamente R$ 174 mil).

Iziane ainda não decidiu se representará o Brasil nos Jogos, a partir de 27 de julho.

"As equipes com que conversamos na WNBA querem que Iziane se dedique exclusivamente ao time e deixe de disputar a Olimpíada, mesmo que o calendário esteja paralisado", disse Fábio Jardine, empresário da atleta.

A liga começa em 18 de maio e termina em setembro.

Em 14 de julho --a 13 dias da Olimpíada-- a temporada regular será interrompida e volta em 15 de agosto.

As jogadoras dos EUA que vão defender sua seleção são liberadas pelos clubes.

A Confederação Brasileira de Basquete quer ter Iziane desde o primeiro dia de treinos. A seleção se apresentará em maio. A convocação deve ser anunciada em abril.

Luiz Cláudio Tarallo, técnico do Brasil, tem restrições à chegada atrasada. "Tem que ver se seriam 13 dias depois do último jogo lá na WNBA, ou contando as viagens, se ela viria sem contusão. Não dá para saber agora."

Em entrevista à Folha, nesta semana, Iziane disse que levaria em consideração o aspecto financeiro antes de decidir sobre a Olimpíada.

"Só o prestígio não paga minhas contas", afirmou, sobre disputar a primeira Olimpíada da carreira.

"Iziane não tem a vida feita. Ela não quer ganhar um salário bom só para deixar o dinheiro parado do banco, precisa sustentar a família", afirmou Jardine.

Se optar pela seleção, Iziane receberá diária que não costuma passar dos US$ 150 (R$ 255). A confederação, porém, não divulga os valores.

O montante pago pela confederação brasileira, ao final de três meses com a seleção, não cobriria o que Iziane receberia na WNBA.

Para resolver o problema, Hortência, diretora da confederação brasileira, criou um ranking de diárias, dividido em três grupos: novatas, intermediárias e campeãs. Iziane se encaixa no terceiro (e mais valorizado).

"Não quero que as jogadoras percam também", disse a dirigente.

Fonte: Folha de São Paulo

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Time de Érika é eliminado da Euroliga

Jogo 2: Schio (Itália) 82 x 72 Avenida (Espanha)
Érika (Avenida): 22 pontos e 9 rebotes.

O Schio venceu o play-off por 2 a 0.

Hortência aguarda "dispensa oficial"de Iziane e culpa gestões anteriores por dependência

Diretora da seleção brasileira feminina, Hortência se mantém confiante sobre a presença de Iziane na Olimpíada de Londres-2012.

A ex-jogadora ignora as declarações recentes da ala, que estuda pedir dispensa do time nacional por motivos financeiros, e diz aguardar a apresentação da atleta, que havia se comprometido anteriormente a disputar os Jogos.

“Enquanto não for nada oficial, para mim ela se apresentará normalmente junto com as outras. Fico com o que ela me disse anteriormente e desconheço qualquer outra coisa”, afirmou Hortência ao UOL Esporte. “Nunca entrarei em conflito com a Iziane. Cada um tem suas prioridades, e ela tem todo o direito de pensar diferente de mim. Ninguém é obrigado a fazer o que não quer”.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Iziane colocou em dúvida sua participação nos Jogos Olímpicos. A ala disse ter recebido proposta irrecusável do Seattle Storm, que teria oferecido um contrato de três anos e um salário de US$ 101 mil anuais, o teto da WNBA.

Para fechar negócio, porém, a atleta teria que ficar de fora de praticamente todo o período de preparação da seleção brasileira para a Olimpíada. A equipe ficará concentrada e treinando por dois meses. Iziane chegaria apenas 15 dias antes do início dos Jogos, o que teria sido vetado anteriormente pela CBB após o fracasso no último Mundial feminino.

Hortência mostra-se aberta a abrir uma exceção para a ala. A dirigente evita falar demais sobre o assunto e deixa a decisão nas mãos do técnico Luiz Cláudio Tarallo. A ex-jogadora, porém, admite a importância de Iziane dentro do grupo e critica as gestões anteriores da CBB, que teriam criado uma carência de boas jogadoras no time nacional.

“O problema é que não fizemos jogadoras no passado e hoje dependemos de três ou quatro. É um problema de gestão que vem desde a minha época. Eu e a Paula não podíamos ficar fora da quadra ao mesmo tempo. Depois, veio a Janeth. É algo que temos que mudar, por isso estamos investindo tanto na base”, disse Hortência.

A dirigente encontrou-se com Iziane nesta quinta-feira, na partida entre Americana e Maranhão pela Liga de Basquete Feminino (LBF), mas nega ter conversado sobre o futuro da jogadora na seleção. "A única coisa que disse, em tom de brincadeira, foi 'tive que dar várias entrevistas por sua causa hoje'."

Fonte: UOL

Líder Americana passa pelo Maranhão na abertura da nona semana da LBF

O Americana ratificou a sua condição de líder invicto da segunda edição da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 ao derrotar o Maranhão Basquete, nesta quinta-feira (23 de fevereiro), por 77 a 47 (36 a 20 no primeiro tempo), em partida que abriu a nona semana, disputada no ginásio Municipal Milton Fenley Azenha (Centro Cívico), na cidade de Americana (SP). Com a vitória, o time comandado pelo técnico Luiz Zanon manteve o 100% de aproveitamento, agora com 12 resultados favoráveis.

Os principais nomes da partida foram Karla (25 pontos, 01 rebote, 01 bola recuperada e 03 assistências), e a norte-americana Sandora (11 pontos, 09 rebotes, 01 bloqueio, 03 bolas recuperadas e 03 assistências), pelo time da casa; Iziane Castro (13 pontos e 06 rebotes) e Renata Oliveira (12 pontos e 03 rebotes), em favor da equipe visitante.

“Vitória importante, mesmo atuando com desfalques, contra um time que é composto de boas jogadoras e que vem crescendo na competição. As nossas atletas estiveram focadas o tempo todo e a consistência foi importante, pois quem veio do banco manteve o ritmo e esse vem sendo a minha meta nos treinamentos”, comenta o técnico Luiz Zanon, do Americana.

“Nosso time é feito de 14 jogadoras e não perdemos ritmo quando o Zanon realiza as substituições. Estamos abrindo mão de muitas coisas para o bem comum do grupo e essa harmonia tem feito a diferença”, acrescenta a lateral Karla, do Americana.

“Americana é uma grande equipe e, além disso, nosso time não jogou bem. A Iziane não jogou bem e isso fez diferença”, analisa o técnico Betinho Lima, do Maranhão Basquete.

A diretora de seleções femininas da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), Hortência Marcari, e o técnico Luiz Cláudio Tarallo, da Seleção Brasileira Adulta Feminina, estiveram presentes e acompanharam ao jogo que abriu a nona semana da LBF.

“É sempre bom reencontrar as meninas e vejo as categorias de base presentes nos ginásio e isso é muito bom para o futuro do basquete. Esse ano será importante, pois, teremos grandes competições, por esse motivo sempre que posso compareço, quando não, estou de olho na televisão”, explica a ex-jogadora.

A nona semana prossegue no sábado (25 de fevereiro) com a realização de quatro partidas: Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC x Maranhão Basquete, às 18h00 (de Brasília), na cidade de Catanduva (SP); Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD x São José/Shopping Colinas, às 18h00 (de Brasília), em Blumenau (SC); Ourinhos Basquete x São Caetano/Drummond, às 18h00 (de Brasília), na cidade de Ourinhos (SP); e Santo André/Semasa x Americana, às 19h15 (de Brasília), em Santo André (SP), com transmissão ao vivo pelo SporTV.

Fonte: LBF

Seleção Adulta fará amistoso contra Estados Unidos

As seleções brasileiras, masculina e feminina, irão realizar amistosos nos Estados Unidos visando a preparação para as olimpíadas de Londres. As equipes nacionais farão uma exibição dupla no dia 16 de julho, no Verizon Center, em Washington D.C..

Sob o comando de Luiz Claudio Tarallo, a equipe nacional feminina enfrentará as norte-americanas às 19h30 (horário de Brasília). Já a disputa masculina comandada por Ruben Magnano encara o 'dream team', às 22h (de Brasília).

Os ingressos para acompanhar as partidas em Washington (EUA) serão anunciadas um mês antes do evento. Já o credenciamento de imprensa será realizado a partir do mês de abril.

Fonte: CBB

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Jogo entre Americana e Maranhão Basquete abre a nona semana da LBF

A nona e penúltima rodada da fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 será aberta nesta quinta-feira (23 de fevereiro), com o duelo isolado entre o líder invicto Americana e o Maranhão Basquete, às 20h00 (de Brasília), no ginásio Municipal Milton Fenley Azenha (Centro Cívico), na cidade de Americana (SP).

O time do Interior paulista, comandado pelo técnico Luiz Zanon, passou pelo São José/Shopping Colinas no seu compromisso mais recente, mesmo atuando fora de casa; enquanto o representante do Nordeste, dirigido por Betinho Lima, bateu o Santo André/Semasa, jogando em seus domínios, de forma emocionante. Já no confronto entre as duas equipes, válido pelo turno desta primeira fase, vitória do Americana, mesmo como visitante, por 77 a 53.

O Americana terá desfalques importantes, a pivô Clarissa e a ala Karen se contundiram no treinamento e não estarão em quadra. “É uma perda muito grande não ter a Clarissa para compor a equipe, já que ela é a jogadora mais eficiente do time e fará muita falta. A Karen torceu o pé e não sabemos ainda a real situação dela”, relata o técnico Luiz Zanon.

“Nós queremos ganhar. Será um jogo duríssimo, emocionante e a nossa equipe está motivada, além de ter treinado muito forte. O Maranhão Basquete quer uma vaga entre as quatro equipes do playoff e nós queremos continuar com a primeira posição. A torcida do Americana sempre desempenhou um papel muito bonito nos jogos, trazendo uma energia positiva para a equipe. Já faz mais de um mês que não jogamos em casa e contamos com a participação do público como aconteceu no Maranhão, quando o ginásio lotado”, acrescenta o treinador do time líder do campeonato.

“Vai ser um jogo difícil, pois o Americana não perdeu nenhuma vez até aqui no campeonato e vem fazendo boas partidas. Já a nossa expectativa é manter a evolução que o Maranhão Basquete vem apresentando nas últimas rodadas”, explica e experiente pivô Cintia Tuiu, do Maranhão Basquete, salientando que mesmo desfalcado, o atual líder da LBF é um adversário extremamente difícil de ser batido.

“O Americana não é um time de uma ou duas jogadoras, mas possui um grupo altamente qualificado. É claro que jogar desfalcado, especialmente da Clarissa, que é a segunda cestinha e a jogadora mais eficiente da competição, diminui um pouco a força, mas ainda sim o time mantém a sua qualidade, já que possui boas peças de reposição”, acrescenta Tuiu, que defendeu o Americana na temporada de 2009.

Na classificação geral, o Americana ocupa o primeiro lugar com 100% de aproveitamento, já que venceu os seus 11 jogos disputados até aqui. O Maranhão Basquete aparece na sexta colocação, com 45,5% de aproveitamento – 05 vitórias e 06 derrotas.

Fonte: LBF

Érika brilha na Euroliga, mas seu time é derrotado em casa

Avenida (Espanha) 59 x 67 Schio (Itália)
Érika (Avenida): 23 pontos e 17 rebotes

Brasileiras na Europa - Rodada do final de semana

Espanha

Cadi 92 x 63 Hondarribia
Franciele (Hondarribia): 10 pontos e 6 rebotes.

Celta 73 x 68 Obenasa
Damiris (Celta): 15 pontos e 9 rebotes.

Ros Casares 79 x 56 Avenida
Érika (Avenida): não jogou

UPV 72 x 59 Segle
Geisa (UPV): 16 pontos e 11 rebotes

Itália

Parma 75 x 47 Faenza
Adrianinha (Parma): 14 pontos e 3 assistências

Portugal

Vagos 69 x 38 Algueirão
Flávia (Vagos): 18 pontos e 7 rebotes
Lílian (Vagos): 10 pontos

Suécia

Northland 64 x 61 Sallen
Silvinha (Northland): 23 pontos, 6 assistências e 3 rebotes

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Liga Espanhola - Resultados do meio da semana

Perfumerias Avenida 75 x 70 Celta
Érika (Avenida) não jogou.
Damiris (Celta): 19 pontos e 11 rebotes.


Hondarribia 53 x 91 Ros Casares
Franciele (Hondarribia): 15 pontos e 8 rebotes.

Argentina já pensa no Pré Olímpico Mundial

A seleção argentina se reunirá entre 24 e 26 de fevereiro para a primeira fase de treinamentos, visando o Sul Americano e o Pré Olímpico Mundial, a ser disputado na Turquia.

Nesta primeira fase, as jogadoras que atuam na Europa não foram chamadas.

As convocadas são: Sandra Pavon, Nadia Flores, Melisa Gretter, Marina Cava, Macarena Rosset, Rocio Diaz, Natasha Perez, Natasha Spiatta, Melisa Pavicich, Diana Cabrera, Andrea Boquete, Ornella Santana, Brenda Schmidt, Melani Soriani, Agostina Burani, Johana Puchetti and Salva Agustina Carjuzac.

Austrália divulga lista de convocadas para as Olimpíadas

A Austrália também divulgou a lista de convocadas para os Jogos Olímpicos de Londres.

A preparação começa em março, apenas com as atletas que disputam a liga local. As jogadoras que estão jogando na Europa se apresentam posteriormente.

As convocadas são: Suzy Batkovic, Abby Bishop, Liz Cambage, Rohanee Cox, Rachael Flanagan, Cayla Francis, Kristi Harrower, Laura Hodges, Natalie Hurst, Lauren Jackson, Rachel Jarry, Kathleen Macleod, Jenna O’Hea, Elyse Penaluna, Erin Phillips, Alicia Poto, Samantha Richards, Jennifer Screen, Belinda Snell, Penny Taylor, Marianna Tolo, Kristen Veal, Carly Wilson and Hanna Zavecz.

Basquete Clube supera São Caetano no fechamento da oitava semana da LBF

O Basquete Clube conseguiu a reabilitação na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 ao superar o São Caetano/Drummond, nesta quarta-feira (15 de fevereiro), por 77 a 63 (37 a 26 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Municipal Armando Lima e Silva Corujeira, na cidade de São Caetano do Sul (SP), no complemento da oitava semana.

Os principais nomes da partida foram Monica (14 pontos, 07 rebotes, 01 bloqueio e 01 bola recuperada), Julia (12 pontos, 07 rebotes e 01 assistência) e Eliane (11 pontos, 08 rebotes, 03 bloqueios, 01 bola recuperada e 01 assistência), pelo time da casa; Cleia Crepaldi (21 pontos, 01 rebotes, 02 bolas recuperadas e 03 assistências), Gilmara (19 pontos e 03 bolas recuperadas) e Fernanda Bibiano (17 pontos, 07 rebotes, 01 bola recuperada e 02 assistências), em favor do visitante.

“Vitória importante, fora de casa, contra um time que conta com um elenco de base jovem e que cresceu bastante ao longo da competição. Agora é seguir trabalhando para evoluir mais nestas rodadas finais da primeira fase e entrar com força no playoff”, comenta Giovana Polizel, técnica do Basquete Clube.

Fonte: LBF

Maranhão e sua torcida: o diferencial da LBF 2012

Acompanho basquete desde 1986, época dos áureos tempos dos duelos Piracicaba x Sorocaba, onde os ginásios eram lotados por torcidas apaixonadas. Tal paixão não se resumia apenas a essas cidades, pois em jogos no Ibirapuera, a lotação era tal qual. Quem lembra das finais de alguns campeonatos paulistas em plena capital, sabe do que estou falando!

Pois é, esse cenário pode novamente ser visto lá no nordeste do país, na cidade de São Luis, onde o time do Maranhão Basquete, mesmo com uma campanha mediana, vem empolgando e levando entre 3 e 4 mil pessoas ao ginásio todos os jogos.

O ápice deste relato aconteceu no jogo entre o time da casa e o Santo André. Jogo emocionante decidido nos últimos segundos.

Os jogos tem sido transmitido, inclusive, pela rádio local, o que tem contribuído para o sucesso do investimento e a divulgação da modalidade.

No site da LBF é possível escutar a narração alucinada no lance final do jogo, quando Iziane faz a cesta que leva seu time a mais uma vitória na competição. Parece jogo de futebol... e, guardados os exageros, como é bom ouvir uma narração tão empolgante (a la Luciano do Valle) novamente no basquete.

Como seria bom se outras capitais por este Brasil tomassem uma iniciativa parecida e tivessemos, pelo menos, mais 3 times assim... Recife, Salvador, Goiania... certamente seriam jogos com casa cheia.

Tudo bem que o fato da Iziane ser uma estrela local, e o orgulho de ver uma conterrânea brilhar na quadra, influenciam para o excelente publico, mas sabemos a magia que o basquete tem... um trabalho de marketing bem feito lotaria qualquer ginasio em jogos de um time que levasse o nome da cidade.

Segue abaixo a reportagem do site Imirante.com, fonte de inspiração para o corrente texto.

Locutor da Mirante AM é comparado a Galvão Bueno

SÃO LUÍS – Foi histórica. A vitória do Maranhão Basquete sobre Santo André-SP por 61 a 60, na noite dessa segunda-feira (13), foi algo de arrepiar. A equipe maranhense virou a partida a seis segundos para o fim do jogo em jogada espetacular de Iziane, cestinha do duelo com 24 pontos.

Os mais de 4 mil torcedores presentes no Ginásio Castelinho vibraram muito com o triunfo maranhense. E o final do jogo destaque até no Twitter oficial da Liga de Basquete Feminino (LBF). Em sua página do microblog, a LBF comparou a narração de Gilson Rodrigues, da Mirante AM, à de Galvão Bueno, na final da Copa do Mundo de 1994.

“Pela emoção da transmissão... do narrador da Mirante podemos comparar com o Galvão Bueno na conquista do Tetra da Seleção de futebol”, dizia Twitter da LBF.

E Gilson Rodrigues caprichou na empolgação. “Izi, Izi, Iziane. Só poderia ser você Iziane. Fantástica, espetacular, maravilhosa, espetaculosa, sensacional. O Maranhão na frente de novo: 61 a 60. É a cesta da vitória. E essa torcida é sensacional. Essa torcida ajuda a fazer milagre. Iziane um gênio. Iziane numa noite que não anda bem, mas ela faz a diferença. Quem tem Iziane, tem tudo. O gênio Iziane vira para o Maranhão. Haja coração pra tanta emoção. Agora só 6s65 pra terminar”, narrou Gilson a cesta da virada.


video

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Definidos os grupos para o Pré Olímpico Mundial

Foram sorteados hoje os grupos para o Pré Olímpico Mundial, que será realizado entre os dias 25 de junho e 01 de julho na cidade de Ankara, Turquia.


Grupo A: Japão, Porto Rico, Turquia

Grupo B: Argentina, República Tcheca, Nova Zelândia

Grupo C: Croácia, Coréia, Moçambique

Grupo D: Canadá, França, Mali

As seleções de Porto Rico (quinto colocado no Pré Olímpico das Américas) e Moçambique (quarto colocado no Pré Olímpico Africano) entraram na competição após as desistências de Cuba e Senegal.

O Sistema de disputa é o mesmo de 2008, onde os dois primeiros de cada grupo avançam para as quartas de final. Os vencedores das quartas de final já estão classificados para as Olimpíadas. Os perdedores farão uma semifinal e final para decidir quem ficará com a última vaga (o Brasil conseguiu a última vaga em 2008 - quando perdeu pra Bielorrússia nas quartas e depois venceu Angola na semifinal da Repescagem e Cuba na decisão da última vaga).

São Caetano e Basquete Clube jogam pela recuperação na LBF

A oitava semana da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 será complementada nesta quarta-feira (15 de fevereiro), às 20h00, com o confronto isolado entre São Caetano/Drummond e Basquete Clube, que ocorre no ginásio Municipal Armando Lima e Silva Corujeira, na cidade de São Caetano do Sul (SP). Os dois times jogam pela recuperação.

No seu compromisso mais recente, o representante do Grande ABC perdeu para o Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC, mesmo atuando em casa; enquanto a agremiação do Interior foi superada pelo Ourinhos Basquete, jogando fora de seus domínios. Já no duelo entre as duas equipes, válido pelo turno desta fase inicial, vitória do Basquete Clube, jogando como mandante, por 54 a 53, com muita emoção.

Na classificação geral, o Basquete Clube ocupa a oitava colocação, com 16,7% de aproveitamento – 02 vitórias e 10 derrotas. Já o São Caetano/Drummond aparece logo a seguir, no nono lugar, ainda sem vencer na competição (13 derrotas).

Fonte: LBF

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Estados Unidos divulga lista de convocadas para as Olimpíadas

Foi divulgada a lista das 21 jogadoras que disputarão uma vaga no time americano, que busca manter a hegemonía olímpica em Londres.

São elas: Jayne Appel (San Antonio Silver Stars), Seimone Augustus (Minnesota Lynx), Sue Bird (Seattle Storm), Rebekkah Brunson (Minnesota Lynx), Swin Cash (Chicago Sky), Tamika Catchings (Indiana Fever), Tina Charles (Connecticut Sun), Candice Dupree (Phoenix Mercury), Sylvia Fowles (Chicago Sky), Brittney Griner (Baylor University), Lindsey Harding (Atlanta Dream), Asjha Jones (Connecticut Sun), Kara Lawson (Connecticut Sun), Angel McCoughtry (Atlanta Dream), Renee Montgomery (Connecticut Sun), Maya Moore (Minnesota Lynx), Candace Parker(Los Angeles Sparks), Cappie Pondexter (New York Liberty), Diana Taurasi (Phoenix Mercury), Lindsay Whalen (Minnesota Lynx) and Sophia Young (San Antonio Silver Stars).

O técnico Geno Auriemma disse: "Nós temos jogadoras que conquistaram a medalha de ouro olímpica, campeãs mundiais, campeãs da WNBA, jogadoras que tem vencido na Europa. Você tem um grupo de jogadoras que experimentaram tudo que há para experimentar e eu como treinador não poderia estar mais feliz com este grupo. Elas representam o melhor que os Estados Unidos tem para oferecer."

Basquete de Jundiaí está sob nova direção

Após anos no comando das equipes masculinas de basquete de Jundiaí, Leonel Menezes assume um novo desafio na carreira e será o técnico dos times juvenil e adulto do Divino/COC. Ele já começa a trabalhar com as equipes hoje, após uma reunião programada com Luiz Claudio Tarallo (licenciado do Divino para comandar a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres).

Segundo Menezes, a mudança foi repentina, mas ele afirma estar muito feliz com a nova tarefa. "Estou contente e muito confiante. Sei que a tarefa não é fácil, já que estou substituindo o técnico que agora está na seleção brasileira, mas espero me adaptar rápido ao novo cenário", comenta.

Leonel Menezes assume os times que vêm realizando ótimas campanhas nos estaduais - o time adulto é o atual vice-campeão na Série A2 e o juvenil tetra-campeão. "Nossa ideia é manter o trabalho que vem sendo feito. Vamos conversar com a comissão técnica para traçar os rumos para essa temporada. Estou muito confiante para fazer as coisas acontecerem. Trago uma experiência diferente e estou aberto à aprender muita coisa também", diz.

Tido como um técnico rígido com os atletas - não era difícil vê-lo dando broncas nos garotos - Menezes diz que manterá seu estilo com as meninas. "A abordagem tem que ser diferente, mas acredito que vou manter minhas características. Tem momento em que é preciso ser mais duro, não importa se é o time masculino ou feminino", diz.

Leonel Menezes foi aluno no Divino Salvador e foi no pátio do colégio que começou a jogar basquete. "Estudei aqui por 11 anos, inclusive fui aluno do Nestor (Mostério, coordenador social do Divino) e da Lúcia (Helena Gumerato, técnica da base). Me sinto muito à vontade em estar aqui e sei que posso contar com o apoio do Nestor, do Tarallo e do Paulinho (supervisor da equipe)", conta.

Escolha - Segundo o supervisor de basquete feminino, Paulo Martignago, a escolha de Leonel foi baseada no conhecimento do projeto do Divino. "Ele é um profissional competente, que teve boas campanhas com o time masculino, conhece bem a importância que o projeto do Divino tem no cenário nacional e também porque é bem visto no meio (do basquete). Nunca ouvimos nada ruim a respeito dele", elogia.

CÍNTIA FLORES

Fonte: Jornal de Jundiai

Seleções Paranaense de base treinam em Foz do Iguaçú

As atletas convocadas pelo Departamento de Seleções Femininas da FPRB, treinam sob o forte calor da cidade de Foz do Iguaçu (PR), desde o último domingo (5 de fevereiro). Os treinamentos serão realizados até o dia 12 de fevereiro.

O programa, que é realizado pela Federação Paranaense de Basketball em parceria com a Prefeitura de Foz do Iguaçu, consiste em reunir as principais atletas que provavelmente irão representar o Paraná nos Campeonatos Brasileiros de Base Sub15 e Sub17, e no Sul Brasileiro de Base Sub14, com os principais técnicos dos clubes em atividade na FPRB, e treinarem a semana inteira focando principalmente a correções de erros de fundamentos básicos do basquete e ambientar as atletas e técnicos ao padrão tático que será usado nos próximos anos pelas seleções paranaenses.

Ao todo 30 atletas foram convocadas, 15 da categoria Sub15 e 15 da categoria Sub17, e treinam sob o olhar das respectivas comissões técnicas das seleções paranaenses, no Ginásio Costa Cavalcanti.

Na última terça-feira (7 de fevereiro), o Presidente da FPRB, Amarildo Rosa, esteve em Foz do Iguaçu, conversando e explicando as atletas sobre a importância deste evento: “A finalidade do programa é priorizar os fundamentos do basquete que ajudam a lapidar os talentos, e com a sequencia dos exercícios contribui para o desenvolvendo e potencial de cada atleta”, disse o presidente. “O objetivo é firmar o Paraná como uma das maiores potências do basquete feminino no Brasil”, finalizou o Presidente da FPRB, Amarildo Rosa.

Segundo o Diretor de Seleções Femininas da FPRB, Elias Rudek, os treinamentos são muito importantes para o desenvolvimento da modalidade, mas ressalta que o grupo não está fechado: “Este programa irá colaborar significativamente com o desenvolvimento do basquetebol paranaense, porém, esta não é uma etapa seletiva e sim de desenvolvimento, outras atletas poderão ser convocadas futuramente para as seleções paranaenses”, finalizou o diretor.

O técnico da Seleção Paranaense Sub17, Claudio Lisboa, agradeceu o apoio dado pela cidade de Foz do Iguaçu: “Em nome de toda a comissão técnica agradeço a Secretaria Municipal de Esportes de Foz do Iguaçu por ceder toda a fantástica estrutura de vestiários, cozinha, piscina e a quadra de esportes do Ginásio Costa Cavalcanti, sem esse apoio o evento não seria possível com tamanha qualidade e profissionalismo", frisou o técnico.

Fonte: Federação Paranaense

Maranhão vence Santo André com cesta de Iziane no fim

Um ponto. Foi esta a diferença do duelo entre Maranhão Basquete e Santo André-SP pela Liga de Basquete Feminino (LBF). Melhor para o time maranhense que contou com uma cesta espetacular de Iziane restando pouco mais de seis segundos para o término da partida. Com a grande jogada do MB, a equipe maranhense deu o troco nas rivais, que haviam vencido o confronto do primeiro turno na cidade de Santo André, e comemorou a vitória dramática por 61 a 60, na noite desta segunda-feira (13), no Ginásio Castelinho, em São Luís.

Os 4.256 torcedores que compareceram ao ginásio para incentivar o MB viram uma partida marcada pelo equilíbrio e por muitos erros ofensivos. As duas equipes pecavam nos arremessos, mas foi o Maranhão Basquete quem comandou o placar nos dois primeiros períodos com bons desempenhos de Dominick (14 pontos) e de Iziane, que terminou o jogo como a cestinha (24 pontos). Pelo Santo André-SP, o destaque foi Jaqueline (18 pontos).

Na volta do intervalo, a equipe visitante cresceu, encostou no placar e virou a partida no último quarto: 57 a 54. Mas Iziane acordou no jogo. Primeiro, puxou um contra-ataque para fazer dois pontos. Depois, roubou a bola e passou para Renatinha virar o jogo: 58 a 57. O torcedor foi à loucura e fez o seu papel.

A torcida maranhense tornou-se a sexta jogadora. Ao som de “sou maranhense com muito orgulho e com muito amor”, o torcedor viu o Santo André passar à frente faltando 29s22 para o fim do jogo: 60 a 58. Em lance livre, Iziane diminuiu a vantagem paulista e, em uma jogada espetacular, avançou,fugiu da marcação e fez cesta a 6s65 do fim: 61 a 60.

Todos no ginásio estavam de pé. A torcida fazia um barulho ensurdecedor, um barulho que arrepiava. A vitória estava tão perto que o MB não poderia deixar escapar. E não deixou. Fim de jogo: Maranhão Basquete 61 x 60 Santo André.

Com o resultado, MB segue na sexta colocação na LBF atrás justamente do Santo André. A equipe maranhense volta a jogar somente na quarta-feira da próxima semana, dia 23. O duelo será contra a líder Americana-SP fora de casa. Já o Santo André-SP também medirá forças com Americana-SP em seu próximo compromisso, mas este será no dia 25.

Fonte: Maranhão Basquete

Ourinhos vence Catanduva na prorrogação

O Ourinhos Basquete conseguiu um resultado importante na sequencia da oitava semana da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 ao superar o Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC, nesta segunda-feira (13 de fevereiro), atuando no ginásio Municipal José Maria Paschoalick (Monstrinho), na cidade de Ourinhos (SP), por 73 a 68, no tempo extra, depois de um empate de 62 pontos no tempo normal (36 a 32 no primeiro tempo).

As maiores pontuadoras do encontro foram Patrícia Chuca, 22 pontos, e Kelly Santos, 14 pontos, pelo time da casa; Palmira Marçal, 13 pontos, e Fabão, 11 pontos, em favor do visitante.

Com este resultado, o Ourinhos Basquete assumiu a segunda colocação na classificação geral, com 10 vitórias e 04 derrotas. O Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva aparece logo a seguir, no terceiro lugar, com 09 vitórias e 04 derrotas.

“O time lutou demais e chegou a uma vitória importante, em um jogo que sabíamos que seria complicado, já que o representante de Catanduva vem realizando uma excelente campanha nesta edição da LBF. O nosso time está em crescimento e temos que seguir assim para chegar com força total aos playoffs”, comenta a pivô Kelly Santos, do Ourinhos Basquete.

Fonte: LBF

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Resultados da Liga Espanhola

Celta 61 x 60 Hondarribia
Damiris (Celta): 8 pontos (3/10 nos arremessos) e 7 rebotes.
Franciele (Hondarribia): 10 pontos e 6 rebotes.

Obenasa 49 x 72 Avenida
Érika (Avenida): 12 pontos (6/15 nos arremessos) e 13 rebotes.

Segunda divisão:

Orion 80 x 77 Universidad del Pais Vasco
Geisa (Universidad): 12 pontos e 10 rebotes.

Maranhão vence Blumenau em casa

O Maranhão Basquete superou o Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD, na noite deste sábado (11 de fevereiro), por 83 a 63 (37 a 29 no primeiro tempo), em duelo válido pela oitava semana da fase inicial da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012, disputado ginásio Georgiana Pflueger (Castelinho), na cidade de São Luís (MA). Com a vitória, o time comandado pelo técnico Betinho Lima (foto) aparece na sexta colocação, com 04 vitórias e 06 derrotas.

O duelo começou equilibrado, mas o time da casa conseguiu desgarrar no marcador a partir do final do segundo quarto. O panorama seguiu o mesmo nos dois períodos seguintes e a equipe maranhense conseguiu a vitória, jogando ao lado de sua torcida.

A cestinha da partida foi Iziane Castro, do time maranhense, com 35 pontos.

A oitava semana prossegue na segunda-feira (13 de fevereiro), com dois jogos: Maranhão Basquete x Santo André/Semasa, às 21h00 (de Brasília), em São Luís (MA); e Ourinhos Basquete x Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC, às 20h00 (de Brasília), em Ourinhos (SP).

Fonte: LBF

Americana, Ourinhos e Catanduva vencem pela LBF

O Americana manteve a liderança isolada e o 100% de aproveitamento na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 ao derrotar o São José/Shopping Colinas, neste sábado (11 de fevereiro), mesmo atuando no ginásio da ADC General Motors, na cidade de São José dos Campos (SP), por 76 a 54 (43 a 24 no primeiro tempo), em partida válida pela oitava semana (foto). Agora, o time de Luiz Zanon contabiliza 11 resultados positivos.

Os destaques da partida foram Patrícia (12 pontos, 03 rebotes, 03 bolas recuperadas e 02 assistências) e Tatiana (10 pontos, 02 rebotes, 01 bola recuperada e 01 assistência), pelo time do Vale do Paraíba; Mamá (16 pontos e 06 rebotes) e Clarissa (15 pontos, 08 rebotes, 03 bolas recuperadas e 01 assistência), em favor do representante do Interior.

“O time foi bem, mesmo jogando fora de casa e contra um adversário que vem realizando uma campanha positiva na competição. As jogadoras conseguiram impor aquilo que tínhamos previsto para esta partida e chegamos a mais uma vitória importante”, comenta Luiz Zanon, técnico do Americana.

O Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC passou pelo São Caetano/Drummond, por 86 a 46 (43 a 23 no primeiro tempo), jogando no ginásio Municipal Armando Lima e Silva Corujeira, na cidade de São Caetano do Sul (SP). Os principais nomes do jogo foram Júlia (12 pontos e 02 rebotes), pelo time do Grande ABC; Fabão (13 pontos, 05 rebotes e 07 bolas recuperadas) e Gattei (13 pontos, 01 rebote, 01 bola recuperada e 03 assistências), em favor do representante do Interior.

“O bom momento que estamos vivendo é fruto do trabalho que estamos fazendo no dia-a-dia, com muito foco e correndo atrás dos nossos objetivos. O São Caetano/Drummond possui um time jovem e que vem buscando crescimento, mas entramos em quadra consciente para fazer o nosso trabalho”, comenta a armadora Natália Burian, do Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC, que anotou 15 pontos, 04 rebotes, 02 bolas recuperadas e 08 assistências.

O Ourinhos Basquete cresceu de produção no quarto final, depois de três períodos equilibrados, e deu sequencia ao seu bom momento derrotando o Basquete Clube, por 83 a 64 (40 a 39 no primeiro tempo), em partida disputada no ginásio Municipal José Maria Paschoalick (Monstrinho), na cidade de Ourinhos (SP). As atletas mais efetivas foram Sil (22 pontos, 11 rebotes, 01 bloqueio e 05 assistências – double-double) e Kelly Santos (16 pontos, 07 rebotes e 01 assistência), pelo time da casa; Fernanda Bibiano (22 pontos, 12 rebotes, 01 bloqueio e 01 assistência – double-double) e Cleia Crepaldi (15 pontos, 02 rebotes, 01 bola recuperada e 03 assistências), em favor do visitante.

“Tivemos um crescimento muito forte no quarto final, depois de três períodos equilibrados, e chegamos a uma vitória importante demais, que nos mantém na briga pela vice-liderança. O time está crescendo e ganhar em casa é fundamental”, analisa a pivô Kelly Santos, do Ourinhos Basquete.

Fonte: LBF

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Brasileiras entraram em quadra nesta semana

As brasileiras Érika de Souza, Damiris Dantas, Franciele Nascimento atuaram pela Liga Feminina Espanhola e Adriana Moisés pela Liga Feminina Italiana, na Europa, nesta quarta-feira (8). Apesar de somente as equipes de Érika e de Franciele alcançarem a vitória, todas apresentaram uma boa performance.

Perfumerias Avenida 81 x 62 Rivas Ecopolis

Na partida entre Perfumerias Avenida e o Rivas Ecopolis, devemos realmente destacar a performance da pivô Erika de Souza. Durante seus 32 minutos em quadra, realizou sete rebotes e duas assistências, contabilizando 23 pontos para sua equipe, que ganhou a partida de 81 a 62 (33 a 34 no primeiro tempo). A pontuação de Érika só fica um ponto abaixo da cestinha da partida, Tenise Bonner, que anotou 24 pontos para o Perfumerias. O próximo jogo do Perfumerias Avenida será contra o Obenasa, no dia 11 de fevereiro.


Hondarribia 73 x 55 Obenasa


A pivô Franciele Nascimento também teve uma atuação importante no jogo do Hondarribia e Obenasa. A pivô jogou durante 20 minutos, obteve 10 pontos. O Hondarribia venceu o Obenasa com pontos de folga (18 pontos), e o resultado final foi 73 a 55 (31 a 31 no primeiro tempo). A jogadora cestinha do Hondarribia foi Sandra Viana, que marcou 16 pontos para sua equipe. O próximo jogo do Hondarribia será contra o Celta, no dia 11 de fevereiro.


Jopisa Ciudad de Burgos 65 x 64 RC Celta Baloncesto

Já a partida entre o Jopisa Ciudad de Burgos e o RC Celta Baloncesto foi apertada. Por apenas um ponto de diferença, o Burgos levou a vitória, vencendo o Celta por 65 a 64 (34 a 32 no primeiro tempo). Apesar de não ter conseguido a vitória neste jogo, a atuação da pivô Damiris Dantas foi muito positiva para a equipe do Celta. A pivô contabilizou 10 pontos, pegou nove rebotes e deu duas assistências para seu time. A cestinha da partida foi Keyonia Adams, jogadora do Celta, que fez 25 pontos.


Lavezzini Parma 56 x 61 Famila Wüber Schio

O jogo entre Lavezzini Parma e Famila Wüber Schio não teve resultado favorável para a equipe da armadora Adriana Moisés. A equipe do Schio venceu a partida por 61 a 56 (36 a 23 no primeiro tempo). A brasileira foi a jogadora que ficou mais tempo em quadra pelo Parma, atuando durante 37 minutos. Adrianinha anotou um duplo-duplo (11 pontos e 10 rebotes), além de quatro assistências. A cestinha da partida foi a jogadora Laura Macchi, da equipe do Schio com 17 pontos. O próximo jogo do Parma será contra o Taranto, no dia 12 de fevereiro, em Palamazzola, Taranto.

Fonte: CBB

Definidos os grupos do Mundial Sub 17

Foram sorteados hoje os grupos do Mundial Sub 17, que será realizado em Amsterdã (Holanda) entre os dias 17 e 26 de agosto.


Grupo A: Bélgica, Canadá, Itália, Coréia do Sul, Mali, Estados Unidos.

Grupo B: Austrália, Brasil, Japão, Holanda, Espanha, Turquia.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Nike patrocina equipe do Maranhão Basquete

O Maranhão Basquete volta à quadra neste sábado (11) para enfrentar a equipe do Blumenau-SC, a partir das 18h no Ginásio Castelinho, com novidades. Pela primeira vez na Liga de Basquete Feminino (LBF), a equipe maranhense vai utilizar os materiais esportivos fornecidos pela sua nova patrocinadora: a Nike.

O patrocínio de uma das marcas mais fortes e importantes do mundo ao MB é considerado como um fator importante para o crescimento do basquete em todo o Estado. A partir de agora, a empresa fornecerá todos os materiais esportivos à equipe maranhense.

Para o supervisor do MB, Vincenzo Roma, é importante a presença da Nike para a equipe maranhense e, consequentemente, para o esporte do Maranhão.

“A importância é muito grande. Primeiro, porque é uma das marcas mais fortes no mundo, uma marca de campeões, uma marca de vencedores. Isso, queira ou não queira, fortalece a equipe porque a equipe sente isso. Ter uma marca dessa com elas é de uma importância muito grande. Eu acho que o basquete do Maranhão está de parabéns. A gente está muito feliz em estar agregado à Nike”, disse.

Roma atribuiu a chegada deste novo patrocínio ao MB muito em função do torcedor maranhense. Segundo o supervisor, a presença da torcida nos jogos do Maranhão Basquete é fundamental para a visibilidade da marca internacional.

“A Nike enxergou que nós temos ginásio lotado, enxergou que é uma equipe que tem um potencial para chegar mais a frente e, com isso, acredito que foi uma escolha acertadíssima dos dois lados, tanto da Nike quanto do Maranhão. É um mercado esportivo muito bom e a Nike deve ter enxergado isso. Ficamos muito contentes com isso”, finalizou.

O Maranhão Basquete é patrocinado por Gatorade e Nike e tem o apoio do governo do Estado do Maranhão, do Sistema Mirante, da Academia Estação Saúde, da Bus Transportes, do Hotel Praia Mar, da Federação Maranhense de Basquete e do Studio Fotográfico Ayrton Valle.

Mais notícias sobre o Maranhão Basquete você confere no blog oficial da equipe. O endereço é o www.maranhaobasquete.com.br.

Ingressos

Os ingressos para a partida entre Maranhão Basquete e Blumenau-SC já estão disponíveis no Ginásio Castelinho e nas Óticas Diniz (São Luís Shopping, Monumental Shopping, Shopping da Ilha e Rio Anil Shopping).

Para adquirir a entrada para o quinto jogo da equipe maranhense em São Luís, o torcedor deverá trocar 1kg de alimento não-perecível pelo ingresso

Fonte: Maranhão Basquete

Maranhão Basquete vence jogo-treino

O Maranhão Basquete venceu o último jogo-treino antes de enfrentar a equipe de Blumenau-SC, no próximo sábado (11), em São Luís. Na noite dessa quarta-feira (8), o MB derrotou a Seleção Maranhense Sub-19 Masculina por 69 a 67, em duelo realizado no Ginásio Castelinho.

O representante maranhense na Liga de Basquete Feminino (LBF) aproveitou o teste para por em prática algumas das jogadas treinadas nas últimas duas semanas, período em que a equipe do MB está de folga da competição nacional. Tanto que o técnico Betinho Lima utilizou várias formações diferentes visando o duelo contra Blumenau-SC, neste sábado.

Pronto para o duelo contra a equipe catarinense, o MB terá o retorno de Rentatinha, que se recuperou de um estiramento na panturrilha direita e está confirmada para o jogo de sábado.

Com média superior a 6 mil torcedores por jogo, a expectativa para Maranhão Basquete x Blumenau-SC é de casa cheia mais uma vez. E os ingressos para a partida já estão disponíveis no Ginásio Castelinho e nas Óticas Diniz (São Luís Shopping, Monumental Shopping, Shopping da Ilha e Rio Anil Shopping).

Para adquirir a entrada para o quinto jogo da equipe maranhense em São Luís, o torcedor deverá trocar 1kg de alimento não-perecível pelo ingresso.

Próximos jogos do MB
11.02 – Maranhão x Blumenau-SC
13.02 – Maranhão x Santo André-SP
23.02 – Americana-SP x Maranhão
25.02 – Cantanduva-SP x Maranhão
27.02 – Basquete Clube-SP x Maranhão
03.03 – Maranhão x São Caetano-SP
05.03 – Maranhão x Ourinhos-SP

Fonte: Maranhão Basquete

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Seattle Storm acerta com Ann Wauters. Lauren Jackson só depois das Olimpíadas

O Seattle Storm acertou com a pivô belga Ann Wauters, que tem se destacado nesta temporada jogando pelo Ros Casares.

Ann foi contratada para ser a referência no garrafão da equipe durante o tempo em que Lauren Jackson estiver fora. A pivô australiana já anunciou que irá treinar com a seleção e que só jogará a WNBA após as olímpiadas.


Será que a mesma possibilidade se aplicará a Iziane e Érika? Alô, CBB? Hortência?

Time de Geisa continua liderando na segunda divisão espanhola

O Universidad del Pais Vasco, time da pivô Geisa, continua liderando o grupo B da segunda divisão espanhola.
Neste final de semana, vitória sobre o Estudiantes por 84 a 59.
Geisa teve 12 pontos e 14 rebotes em 40 minutos.

Brasileiras mostram ótimo desempenho no exterior

As jogadoras brasileiras que atuam na Europa e que defendem a seleção brasileira adulta feminina, que disputará as Olimpíadas de Londres em junho, Damiris do Amaral, Érika de Souza, Franciele Nascimento e Adriana Moisés voltaram a fazer bonito no último sábado (4). Embora somente a equipe de Érika e Adrianinha tenha conseguido a vitória, o desempenho de todas foi notável.

Celta de Vigo 61 x 77 Gran Canaria

O Celta de Vigo, da pivô Damiris Dantas, enfrentou o Gran Canaria, em Vigo (Espanha), pela Liga Feminina da Espanha. As visitantes saíram com a o vitória por 77 a 61 (48 a 31 no primeiro tempo). Yvete Moss, do Gan Canaria, foi a cestinha da partida com 27 pontos. O destaque da equipe do Celta foi Damiris que jogou durante 29 minutos e anotou 18 pontos, cinco rebotes, além de três assistências.

No jogo entre Perfumerias e Hondarribia, o duelo no garrafão foi entre brasileiras

O Hondarribia, da pivô brasileira Franciele Nascimento perdeu neste sábado para o Perfumerias Avenida, da pivô Érika de Souza, na partida válida pela Liga Feminina Espanhola, Pabellon de Wurzburg, em Salamanca. As donas da casa venceram a disputa por 71 a 61 (34 a 28 no primeiro tempo) com 15 pontos da cestinha Isabel Fernandez. Érika anotou 10 pontos e oito rebotes. Pelo Hondarribia, Franciele foi a melhor pontuadora com 13 pontos e cinco rebotes.

Parma de Adrianinha venceu o C.U.S. Cagliari no domingo pela Liga Italiana
No confronto válido Liga Feminina Italiana, o time Lavezzini Parma, da armadora brasileira Adriana Moisés, venceu o C.U.S. Cagliari por 86 a 81, com a ajuda da torcida. Com 21 pontos, Lukacovicova Klaudia foi a cestinha do jogo pelo Cagliari. Pelo Parma, Adrianinha foi uma das melhores em quadra e anotou 15 pontos, sete rebotes e seis assistências.


Próximas disputas:
Quarta-Feira (8 de fevereiro)
Perfumerias Avenida x Rivas Ecopolis
Hondarribia x UNB Obenasa Lacturale
Jopisa Ciudad de Burgos x RC Celta Baloncesto


Domingo (12 de fevereiro)
Lavezzini Parma x Cras Taranto

Fonte: CBB

Ourinhos chega atrasado em ginásio, mas vence Blumenau pela LBF

Por problemas no transporte até o ginásio, o Ourinhos chegou em cima da hora para o jogo contra o Blumenau, na noite desta segunda-feira. Mas isso não atrapalhou o time paulista que, fora de casa, venceu por 70 a 50 (31 a 26 no intervalo) e conquistou a segunda vitória seguida na Liga de Basquete Feminina (LBF).

- A vitória veio por conta do nosso foco, vontade de vencer e viemos para isso. Independente do adversário, em todos os jogos a equipe precisa entrar forte, pois, sempre são partidas difíceis – afirmou Joice, cestinha da partida, com 21 pontos.

Além de Joice, que acertou quatro bolas de três, Chuca contribuiu com 14 pontos, Sil fez 13, e Kelly conseguiu um duplo-duplo (12 pontos e 12 rebotes. Do lado do Blumenau, Mariana foi o grande nome, com 17 pontos, seis rebotes e cinco assistências, sendo escolhida a melhor da partida em enquete do SpoTV.com.

Por causa do atraso na chegada, o jogo começou com pouco mais de dez minutos de atraso. Apesar dos problemas do Ourinhos, foi o Blumenau que demorou a entrar no jogo. As visitantes abriram 10 a 3, mas as catarinenses reagiram para diminuir a diferença para cinco (21 a 16). O time paulista voltou a abrir boa vantagem, ficando nove pontos na frente, mas a equipe da casa conseguiu mais uma vez fez a diferença cair para cinco: 31 a 26.

- Sobre o atraso, sem comentários. Na Liga de Basquete não pode acontecer isso. Treze minutos faltando para começar o jogo é complicado. A organização tem que melhorar. Mas a gente acredita que eles vão melhorar isso – lamentou Chuca.

Depois de descansar no intervalo e sem a correria do início do jogo, Ourinhos conseguiu crescer no segundo tempo. Bem no ataque e na defesa, o time paulista venceu o terceiro quarto por 19 a 8 para abrir 16 pontos de vantagem (50 a 34) e definir a partida.

Blumenau ainda tentou reagir e diminuiu a distância para 11 pontos (52 a 41), mas Ourinhos voltou a tomar o controle da partida e venceu por 70 a 50.

Santo André derrota o São Caetano
No outro jogo do dia, o Santo André derrotou o lanterna São Caetano por 76 a 55 (32 a 22 no primeiro tempo), em casa. Os principais nomes da equipe mandante foram Micaela Jacintho (18 pontos), a cubana Ariadna (16 pontos) e Nádia Colhado (que fez um duplo-duplo com 14 pontos e 13 rebotes). Pelas visitantes, Thaissa (14 pontos), Júlia (11 pontos) e Eliane (com um duplo-duplo com 11 pontos e 13 rebotes) foram os destaques.

Fonte: Globo Esporte.com

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Ourinhos vence clássico contra o Santo André pela LBF fora de casa e no tempo extra

O Ourinhos Basquete se recuperou na Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2011/2012 ao superar o Santo André/Semasa, neste sábado (04 de fevereiro), por 78 a 73 , na prorrogação, depois de um empate de 66 pontos no tempo normal (32 a 35 no primeiro tempo), mesmo atuando no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, na cidade de Santo André (SP), na abertura da sétima semana. O jogo foi extremamente disputado e marcado pelo equilíbrio.

Os destaques foram à cubana Ariadna (23 pontos, 08 rebotes, 01 bola recuperada e 02 assistências) e Êga Garvão (16 pontos, 05 rebotes e 04 assistências), pelo time do Grande ABC; Kelly Santos (28 pontos, 10 rebotes, 01 bloqueio e 03 bolas recuperadas – double-double) e Joice (16 pontos, 09 rebotes, 05 bolas recuperadas e 06 assistências), em favor do representante do Interior.

Com a vitória, o time comandado pelo técnico Antônio Carlos Barbosa aparece no quarto lugar na classificação geral, com 63,6% de aproveitamento – 07 vitórias e 04 derrotas. Já o Santo André/Semasa ocupa a quinta colocação, com 54,5% de aproveitamento – 06 vitórias e 05 derrotas.

O jogo contou com as ilustres presenças do técnico Luís Cláudio Tarallo, da Seleção Brasileira Adulta Feminina, e da ex-jogadora Helen Luz, que vem trabalhando com a equipe sub-15 brasileira. “Sempre que posso tenho procurado acompanhar aos jogos da Liga de Basquete Feminino (LBF) de perto, pois julgo ser importante fazer observações”, comenta Tarallo.

“Achei que fosse mais complicado esse período inicial da minha aposentadoria, mas suportei bem, contudo, não consegui ficar distante do basquete e agora estou com este trabalho no sub-15. A Liga de Basquete Feminino (LBF) tem apresentado uma mescla de jogadoras e isso está sendo salutar. Sempre que posso uso o exemplo das jogadoras mais velhas para as meninas do sub-15 e a Alessandra (pivô do São José/Shopping Colinas) tem sido sempre citada”, acrescenta Helen, que além do trabalho com o sub-15, mantém um projeto social da cidade de Louveira (SP).

O Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC também conseguiu a recuperação ao derrotar o Basquete Clube, por 78 a 61 (44 a 30 no primeiro tempo), em partida realizada no ginásio do Colégio Jesus Adolescente, na cidade de Catanduva (SP). Os principais nomes da partida foram Fabão (16 pontos, 03 rebotes, 02 bolas recuperadas e 02 assistências) e Natália Burian (16 pontos, 05 rebotes e 10 assistências – double-double), pelo time da casa; Cleia Crepaldi (17 pontos e 03 rebotes) e Fernanda Bibiano (14 pontos, 13 rebotes, 01 bola recuperada e 05 assistências – double-double), em favor do visitante.

Com a vitória, o time catanduvense, comandado pelo técnico Edson Ferreto, reassumiu a segunda colocação, com 72,7% de aproveitamento – 08 vitórias e 03 derrotas. Já o Basquete Clube aparece no oitavo lugar, com 18,2% de aproveitamento – 02 vitórias e 09 derrotas.

E, complementando a jornada, o Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD deu sequencia ao bom momento ao suplantar o São Caetano/Drummond, por 65 a 59 (39 a 28 no primeiro tempo), em jogo disputado no ginásio Nelson José Bussarelo (SD Vasto Verde), na cidade de Blumenau (SC). As atletas mais efetivas foram Mariana (19 pontos, 06 rebotes, 04 bolas recuperadas e 03 assistências) e a cubana Yuli (14 pontos, 15 rebotes, 01 bloqueio, 02 bolas recuperadas e 02 assistências – double-double), pela agremiação catarinense; Mônica (18 pontos, 09 rebotes, 01 bloqueio e 02 bolas recuperadas) e Eliane (11 pontos, 12 rebotes, 01 bola recuperada e 05 assistências – double-double), em favor da equipe do Grande ABC paulista.

“Por causa do forte calor houve uma grande rotação e as meninas que entraram mantiveram o ritmo. Estamos na nossa meta, que é cada vez subir mais na LBF”, declara o técnico João Almeida Camargo Neto, do Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD.

Com a vitória, o representante de Santa Catarina subiu para a sexta posição, com 36,4% de aproveitamento – 04 vitórias e 07 derrotas. O São Caetano/Drummond permanece na nona colocação, ainda sem vencer na competição.

A sétima semana será finalizada na segunda-feira (06 de fevereiro), às 20h00, com duas partidas: Santo André/Semasa x São Caetano/Drummond, em Santo André (SP); e Blumenau Vasto Verde/UNIASSELVI/FMD x Ourinhos Basquete, em Blumenau (SC), com transmissão ao vivo pelo SporTV.

Fonte: LBF

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Basquete Clube consegue reação incrível e vence Santo André em casa

No primeiro tempo, um passeio. Atual campeão, Santo André não tomou conhecimento do Basquete Clube mesmo na casa do adversário e foi para o intervalo com 48 a 27 no placar. Mas o time do ABC paulista relaxou. E viu as donas da casa conseguirem uma reação incrível: 73 a 71, em Araçatuba, em jogo isolado nesta quarta-feira.

Comandado por Laís Elena, o Santo André começou muito melhor e foi para o vestiário com 21 pontos de vantagem. Mas o Basquete Clube, da técnica Giovana Polizel, conseguiu uma recuperação liderada por Fernanda Bibiano, que terminou com um duplo-dulpo: 18 pontos e 13 rebotes. Do lado do time ABC, Jaqueline foi o destaque, com 13 pontos.

- O time foi lutador e não deixou de brigar até o final, mesmo depois de estar atrás no marcador durante o primeiro, não deixou de acreditar. Este é um resultado importante, que nos dá mais força para seguir buscando crescimento no decorrer da competição – disse a técnica Giovana Polizel.

Com a vitória, o time de Araçatuba segue na oitava colocação na classificação geral, agora com 20% de aproveitamento (duas vitórias e oito derrotas). O Santo André ocupa o quinto lugar, com 60% de aproveitamento – 06 vitórias e 04 derrotas.

Fonte: Globo Esporte.com